banner

26 de dez de 2011

CORITIBA INDISCUTIVELMENTE O MAIOR DO PARANÁ

COMPARATIVO ENTRE CFC E CAP

O CORITIBA é o maior campeão de títulos da história do futebol paranaense. Fundado em 1909, 15 anos antes que seu maior rival,  o CORITIBA está com a sala de troféus abarrotada. Em breve, precisará de nova ampliação. Já são 35 estaduais, além dos  títulos nacionais e outras taças internacionais.

No Estado do Paraná, tem ampla vantagem sobre o segundo colocado em títulos. Com 35 campeonatos paranaenses contra 21 do rival, leva uma vantagem que só pode ser superada na próxima década, isto se nosso maior rival vencer todos os que disputar daqui para frente, pois mesmo que ficássemos 15 anos sem jogar bola, nossa HEGEMONIA NÃO SERIA AMEAÇADA.
Aliado a esses títulos, o CORITIBA ainda é o único no Estado detentor de um Hexa-Campeonato.
Nem juntando todos os títulos do maior rival com o outro time da capital, nem assim seríamos ultrapassados.

Em 1967 o C.A.Paranaense conseguiu "honrar sua majestosa" trajetória no Estado caindo pra Série B do certame regional. Contudo com manobras políticas, Jofre Cabral, presidente à época conseguiu deixar essa história mais sombria e vergonhosa ainda, e nos bastidores pedindo a ajuda de Evangelino, o CAP, retornou pela porta dos fundos ao Campeonato Paranaense de 1968.
O time da baixada ainda alega ser o maior do Estado, mas poderia o maior time do Estado nunca em toda sua história ter conquistado um TRI-CAMPEONATO ?

No âmbito nacional, o CORITIBA levantou o maior título do país, o Campeonato Brasileiro, a Taça de Ouro, em 1985. Naquele ano o número de participantes ultrapassava 40 times e disputando sempre entre os 20 maiores do país, o CORITIBA foi o campeão nacional com méritos e o seu maior rival, o Atlético, nem na Segunda divisão estava. Pinheiros foi o outro representante na Primeira Divisão e o Colorado na Segunda.
Em 1985, o CORITIBA foi campeão do segundo turno, vencendo São Paulo no Morumbi por 1x0, Cruzeiro no Mineirão por 3x2, Flamengo no Maracanã por 1x0, Goiás no Serra Dourada por 2x0 e aquele 2x1 inesquecível no COUTO PEREIRA contra o Santos, com gol da classificação de Lela aos 44 do segundo tempo.

Na segunda fase, enfrentou Corinthians, Sport e Joinville. Só o campeão passava, e foi o CORITIBA. Nas semifinais, que arrastaram 100 mil pagantes, vencemos o Galo por 1x0 aqui e lá empatamos em 0x0, com defesas históricas de Rafael, o Bola de Ouro daquele campeonato. 
No Maracanã lotado, 7 mil coxas viram Índio calar 90 mil cariocas com um dos gols mais lindos de finais de Brasileirão.

E quando Gomes marcou o quinto da série de pênaltis, dando o título ao CORITIBA, o time paranaense era o primeiro clube campeão brasileiro fora do eixo RJ, SP, MG e RS. Juca Kfouri, em seu editorial da Revista Placar, disse que o CORITIBA abria as portas para que paranaenses, baianos, pernambucanos, goianos, catarinenses e brasileiros de todos os cantos do Brasil também sonhassem com um título nacional.

Sempre como pioneiro no Estado o grande CORITIBA foi o PRIMEIRO TIME PARANAENSE A CONQUISTAR O TÍTULO NACIONAL DA PRIMEIRA DIVISÃO e consequentemente primeiro time do Paraná a disputar uma Libertadores. Enquanto "eles" se orgulham de serem os primeiros a disputar um torneio nacional, o CORITIBA foi o primeiro a disputar um torneio intercontinental.
O C.A. Paranaense só conseguiu seu título nacional em 2001, 16 anos depois; beneficiado por um regulamento que lhe permitiu jogar todas as partidas da fase final em casa e em turno único, o C.A. Paranaense acabou chegando na final contra o fraco SÃO CAETANO, que sempre foi conhecido por sua sina de eterno vice e que apresentou um futebol de qualidade duvidosa nas finais e mesmo não tendo uma torcida numerosa, cedeu com muita tranquilidade o título nacional de toda a história do C.A. Paranaense no estádio Anacleto Campanella não levando na final mais de 20 mil pessoas. 

Torneio Roberto Gomes Pedrosa

O primeiro Robertão ou Torneio Roberto Gomes Pedrosa começou a ser disputado em 1967 e o único representante do Paraná foi o Ferroviário e que acabou terminando em último lugar.
Em 1968 o rival participa do seu primeiro torneio nacional e termina na 9º.
No ano de 1969 é a vez do CORITIBA participar e acaba em 12º e no ano de 1970 com o nome mudado para Taça de Prata apenas o rival participou conquistando uma "honrosa" 13ª colocação entre 17 participantes.
No entanto o rival também não possui o título desse torneio.

FITA AZUL

O Coritiba fez sucesso no exterior

O prêmio de Fita Azul era concedido aos clubes que, após suas excursões internacionais, retornavam invictos ao Brasil. Inicialmente a Fita Azul era concedida pela Confederação Brasileira de Desportos, entidade antecessora da CBF, que posteriormente acabou desistindo da idéia. Porém, a Gazeta Esportiva, conceituado jornal de esportes de São Paulo, decidiu continuar com a premiação, que já havia agraciado a Portuguesa de Desportos e o Santa Cruz de Recife.
Em 1972, após duas excursões bem sucedidas por Europa e África em 1969 e 1970, o Coritiba voltava a excursionar pelo mundo. Contando com os craques Zé Roberto, Cláudio Marques, Leocádio, Tião Abatiá, Dreyer, Helio Pires, Paulo Vecchio, Nilo, Célio entre outros, o Coritiba jogou na Turquia, Marrocos e Argélia enfrentando a Seleção da Turquia, o Fehnerbaçe, a própria Portuguesa de Desportos, o M.C. Algerois, o W.R.S. e o Selecionado Olímpico de Marrocos. Após seis partidas, o Coritiba retornou ao Brasil com 4 vitórias e 2 empates na bagagem e, com isso, ganhava o direito de ostentar a famosa Fita Azul.
Enquanto o rival pairava sobre águas tranqüilas aqui no Brasil, o Coritiba como pioneiro do Estado navegava por "águas mais profundas" em terras estrangeiras, fazendo seu nome, marca e imagem rodarem pelo mundo.



TORNEIO DO POVO
O CORITIBA também foi Campeão do Torneio do Povo, em 1973, campeonato que comemorou o Sesquicentenário da Independência do Brasil, e foi disputado pelos seis clubes que tinham as maiores torcidas do país naquele ano: Flamengo, Corinthians, Internacional, Atlético/MG, CORITIBA e Bahia. 


Com 4 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota, o CORITIBA foi campeão ao empatar em 2x2 com o Bahia, na Fonte Nova lotada. Jogando com 9 jogadores (dois expulsos), o CORITIBA perdia por 2x1, mas na raça empatou o jogo, um feito heróico jamais repetido em grandes decisões no país.

FESTIVAL BRASILEIRO DE FUTEBOL 

O CORITIBA também foi Campeão do Festival Brasileiro do Futebol, em 1997, disputado pelos clubes eliminados das finais do Brasileirão 1997. Na final, CORITIBA 3x3 Botafogo, e nos pênaltis deu CORITIBA 5x3.
Título idêntico, o rival conquistaria, como sempre, depois do CORITIBA, quando "eles" foram Campeões da Seletiva em 1999, que também foi disputada pelos clubes eliminados das finais do Brasileirão 1999. Nas finais, Atlético 3x0 Cruzeiro e Cruzeiro 2x1 Atlético.
A diferença é que a CBF concedeu uma vaga para a Libertadores do ano seguinte para o Campeão da Seletiva, mas na competição de 1997, não houve a vaga para a Libertadores. 

A COPA SUL MINAS
Teve apenas três edições e no ano de 2001 o CORITIBA foi a final contra o Cruzeiro e perdeu ficando com o vice-campeonato.
Em 2002 imitando o seu maior rival o CAP também foi a sua primeira final e perdeu também para o Cruzeiro ficando também com o vice-campeonato, sempre depois do CORITIBA.

COPA DOS CAMPEÕES
O Atlético de 2002 foi o “lanterna” entre todos os 16 clubes que participou da Copa dos Campeões. O CORITIBA, em 2001, chegou às semifinais da Copa dos Campeões.
A Copa dos Campeões foi uma competição oficial da CBF disputada pela primeira vez no ano de 2000, com o objetivo de determinar o quarto representante do Brasil na Libertadores, os outros eram o campeão da Copa do Brasil , o campeão e o vice do Brasileirão.
Nem CORITIBA e nem Atlético Pr participaram da edição de 2000.
No ano de 2001, o CORITIBA participa pois foi Vice-Campeão da Sul-Minas e pela primeira vez na competição termina em 4º lugar, já o rival nem participou.
No ano de 2002,  o rival também como Vice da Sul-Minas participou como sempre depois e terminou a competição em um "honroso" último lugar.

COPA DO BRASIL

O CORITIBA é o clube paranaense que tem mais participações na COPA DO BRASIL assim como é o time com melhor campanha na Copa do Brasil. Chegou à três semifinais, em 1991,2001 e 2009.
Em 2011 foi também o PRIMEIRO TIME PARANAENSE A CHEGAR NUMA FINAL DE COPA DO BRASIL. 
O Atlético nunca passou das quartas de finais.
 
 
SUL-AMERICANA
O CORITIBA vai pra sua terceira participação em 2012 nesse torneio. Participou duas vezes e no ano de 2004 ficou com o 26º lugar e em 2009 ficou em 17º. 
O rival participou em quatro oportunidades, mas mesmo assim também não tem o título do torneio.

BRASILEIRÃO
O CORITIBA é o clube paranaense que fez as melhores campanhas nos Campeonatos Brasileiros. Chegou à três semifinais (1979, 1980 e 1985, quando foi campeão). O rival chegou à semifinal em 1983 e foi campeão em 2001, sempre depois do CORITIBA.
Em 2004 conseguiram um "honroso" vice-campeonato bastante comemorado pela torcida como se fosse título, até mandaram confeccionar uma faixa de bi-campeão brasileiro, mas ficaram só na vontade de superar o MAIOR RIVAL O CORITIBA, coisa que tentam desde sua fundação, mas NUNCA CONSEGUEM.
O engraçado que quando tudo começou(1971) nem estavam lá e nem “eles” sabiam onde estavam, pegaram o bonde andando e foram aparecer só em 1973. 
Em 71 e 72 não estavam nem na Série A e nem na Série B. 
A façanha do time da baixada se repetiu e também não participou das edições do Campeonato Brasileiro de 1981 e 1985 nem da Série A e nem da Série B, e o time da baixada CONQUISTOU uma marca "honrosa" de ser um time fora de Série.


Durante 16 anos, os atleticanos papagaiaram que a final do CORITIBA foi contra o pequeno Bangu em 1985, mas a final de 2001 foi equivalente, contra um pequeno São Caetano que nunca foi postulante a nada, tem sina de vice, caiu em 2006 pra SEGUNDA DIVISÃO, ocupa o 41º lugar no RANKING DA CBF e possue apenas um título estadual.
E nesses 16 anos que tanto se orgulham de terem estado na ELITE quantas vezes tiveram a chance de disputar o título ? Quantas vezes tiveram chances de serem campeões ? No entanto o MÁXIMO que conseguiram foi UM TÍTULO e se igualar ao mestre.

Vivem dizendo que o CORITIBA não manteve a boa fase nos anos seguintes, mesmo assim NOSSA HEGEMONIA no Estado nunca esteve ameaçada.



RANKING DA CBF
NO RANKING DA CBF O CORITIBA SEMPRE ESTEVE NA MELHOR COLOCADO QUE O TIME DA BAIXADA

JOGOS INTERNACIONAIS

O CORITIBA foi o primeiro clube paranaense a fazer amistosos internacionais. Em 1942, recebeu o Gimnasia Y
Esgrima, de La Plata, empatando por 2x2. O Gimnasia esteve na Libertadores em 2003. Venceu a seleção da Hungria em 1967 por 1x0; foi campeão de torneio na Espanha; voltou invicto de excursão pela França, onde jogou em Bordeaux, Paris e Saint Etienne; venceu o Valencia por 5x2 em Murcia, na Espanha; empatou em 1969 com o Feyonoord por 1x1 diante de 35 mil holandeses, clube campeão mundial de 1970. 

LIBERTADORES
Foi o primeiro clube paranaense a disputar a Copa Libertadores, em 1986, ficando em segundo lugar no seu grupo (naquela época, só o campeão passava para a segunda fase), com 2 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota. Na classificação final terminou a competição em 7º lugar.
Em 2004 participamos da nossa segunda LIBERTADORES e com duas derrotas, dois empates e duas vitórias o COXA ficou em 3º em seu grupo e não se classificou pra segunda fase. Na classificação geral terminou o torneio em 22º lugar.
Já o CAP, em 2000, foi até as 8ªs, não passou da PRIMEIRA FASE em 2002 e em 2005 foi vice com saldo negativo, eliminando nas 8ªs um time do Paraguai. 
No ano de 2002 o CAP foi o lanterna do grupo, com 5 pontos, alcançando a segunda pior participação de um clube brasileiro na competição, ÚNICO CLUBE BRASILEIRO a perder em casa para um boliviano e ainda tomou 5x0 para o América de Cáli na despedida, terminando com saldo negativo de menos 5.  
E "eles" acham que tem moral pra falar ainda em saldo negativo ?
Portanto o CAP não tem do que se orgulhar sobre o rival, pois também não tem o título do torneio, porém comemoram como um título o vice-campeonato de tal torneio. Como são medíocres esses torcedores do time da baixada. 

O SUPER-CAMPEONATO PARANAENSE 

O Paranaense de 2002 foi conquistado pelo Iraty. Já o “Super” campeonato Paranaense de 2002 foi disputado após o Campeonato Paranaense em apenas 17 dias e “conquistado” com uma derrota por 4x1 para o Paraná Clube. No Supercampeonato Paranaense 2002, o Coritiba foi eliminado invicto.

Em 2003, o Atlético conseguiu chegar em 6º lugar no Campeonato Paranaense, com 14 pontos, atrás de Iraty (15), Prudentópolis (16), Londrina (22), Paranavaí (26) e Coritiba (31 pontos).
A desculpa "esfarrapada" da doutrina fundamentalista atleticana é que "Campeonato Paranaense não vale nada". Só que os atleticanos se esquecem que o Paranaense valia e vale vaga para a Copa do Brasil. 

Em 2003, fomos campeões invictos do Paranaense. Afinal, não perdemos um jogo de Campeonato Paranaense há dois anos, desde 2001. Ficamos mais de 730 dias sem perder um jogo pelo Campeonato Paranaense.
Em 2004 campeões em plena arena da baixada com Tuta e a torcida coxa calando os atleticanos.
Em 2005  “eles” ganharam nos pênaltis.
Em 2008 mais um título do COXA na arena.
Em 2010 mais um título em cima “deles” no Couto.
E em 2011, depois de batermos todos os recordes, sendo destaque no guinness book, fomos mais uma vez campeões na Arena.
Em menos de 10 anos 3 títulos na casa “deles”(ops, estádio da prefeitura)
E na história já são 3 campeonatos conseguidos de forma invicta e "eles" ? 

Terminamos 2011 mais uma vez com média de público melhor que a “deles” isso não é novidade e no Ranking da CBF, mais uma vez a hegemonia se confirmou e terminamos o ano de novo melhor colocados que o time da baixada.
Outra conquista conseguida pelo Verdão em 2011, foi ser o clube com o melhor aproveitamento do mundo.
No final desse ano, foi confirmado que o CORITIBA teve o melhor ataque de 2011. 
Conquistas essas que engrandecem ainda mais o time do ALTO DA GLÓRIA.
E pra coroar esse ano maravilhoso, vimos o time “incaível” cair pela TERCEIRA VEZ e ir para SUA SÉTIMA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA DIVISÃO.

Agora cabe uma reflexão bastante interessante que a faço em forma de pergunta:
Com tantos anos de PRIMEIRA DIVISÃO, que "eles" tanto se orgulham, conquistaram algum título de expressão? 
Se orgulham tanto de "diversos" torneios que participaram, mas conquistaram alguma coisa que pudesse lhes dar esse "status" de serem o maior do Estado? 
Paranaense?  Sul-Minas? Copa dos Campeões? Copa do Brasil? Brasileirão? Sul-Americana ? Libertadores ? 
O CORITIBA FOOT BALL CLUB é o clube a ser batido no Estado, pois continua sendo o MAIOR DO PARANÁ


por fernando maio 

2 comentários:

  1. Querido sobrinho Maio, excelente esse seu trabalho onde os torcedores do Coritiba podem visitar e ficar por dentro de um pouco da histório do nosso Glorioso CORI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg tio pela visita e pelos comentários.

      Seja sempre bem vindo, grande abraço do SOBRINHO COXA

      Excluir