banner

31 de mai de 2012

Pôster Coritiba Tetra-Campeão 1974

Relembrando: Coxa Tetra Campeão, pôster da Revista Placar
Escalação : Jairo, Di, Marçal, Hidalgo, Hermes e Nilo. 
Antoninho, Plein, Tião Abatiá, Dito Cola e Krüger

30 de mai de 2012

O Terceiro anel de novo ?

DE NOVO ESSA PROMESSA ?

No início da noite de ontem, um tema já bastante debatido, difundido e esgotado, voltou a ser destaque no meio alviverde. O portal da torcida coxa-branca, o site "Coxanautas", voltou a anunciar a famigerada conclusão do bendito terceiro anel. 
Porém antes de postar o link com a matéria, vamos ver as fotos de diversos projetos que até hoje foram apresentados, mas que até agora nunca sairam do papel




PROJETOS ARENA COXA 
& PINHEIRÃO COXA

Projeto Arena Coxa Petrobrás


Projeto Pinheirão Coxa


No entanto agora novamente o tema volta a tona e a pergunta que fica: Será ?
Confira a matéria veiculada no site coxanautas: 

28 de mai de 2012

CORITIBA 2 X 3 Botafogo

 Coritiba sai na frente 
mas acaba derrotado
Coritiba faz gol relâmpago, mas cede a virada e acaba derrotado na sua estréia em casa por 3 x 2 para a equipe do Botafogo

O JOGO

O Coritiba estreou em casa nesse brasileiro pela segunda rodada do campeonato e após uma longa invencibilidade de 28 jogos, foi derrotado pela equipe carioca. Saudado pela sua fiel torcida, o Coxa entrou em campo com seu uniforme tradicional número 1, assim escalado: Vanderlei, Emerson, Demerson, Jonas, Lucas Mendes, Sergio Manoel, Lincoln, Roberto, Everton Ribeiro e Everton Costa.

O Coxa começou em ritmo alucinante e nem deu tempo dos times se esquentarem em campo e antes do ponteiro dar a primeira volta no relógio, Lincoln recebeu na entrada da área, chutou cruzado, e contou com desvio de Dória para sair comemorando o primeiro gol da partida. Coxa 1 x 0. 
O meia alviverde tentou repetir a dose aos quatro minutos, em grande estilo tentando encobrir o goleiro carioca, num toque sutil de letra, mas o goleiro estava atento e espalmou para fora.

Com o placar aberto e favorecendo o Coxa, o time da casa recuou e como se diz na gíria do futebol, deu aquele "apagão" e fazer isso, contra uma equipe rápida e que explora muito bem os contra-ataques, foi mortal.

O Coxa assim chamou o Botafogo para seu campo e sofreu o gol de empate aos 18 minutos.
Herrera trabalha a bola pela direita e cruza para Lucas, que recebe sozinho, domina e fuzila para o gol para deixar a partida empatada no Alto da Glória. 1 x 1.

E para piorar a virada veio e não demorou a acontecer. Aos 25 minutos, Márcio Azevedo cruzou e Vitor Junior só teve o trabalho de empurrar para as redes. Era a virada botafoguense no Alto da Glória. 1x 2 Botafogo.

Depois de um começo arrasador o Coritiba se perdeu em campo e não conseguia retomar o ritmo e terminou o primeiro tempo perdendo de virada.

SEGUNDO TEMPO

Para a etapa final o técnico Marcelo Oliveira promoveu a primeira substituição, saiu o contestado JONAS que foi vaiado por parte da torcida, já que estava perdido em campo, para a entrada de Ayrton. Quando os auto-falantes do Couto Pereira anunciaram a mudança, a torcida presente aplaudiu.
Dono da melhor campanha em casa no Brasileirão do ano passado, o Coxa foi pra cima na busca pelo empate. 
Aos quatro minutos, Everton Costa chutou cruzado e Renan fez bela defesa. 
Após cobrança de escanteio, Demerson desvia de cabeça na primeira trave e Lucas Mendes aparece em velocidade para mandar para a rede. Era o empate COXA. 2 x 2
Aos 15min, o lance polêmico da partida com Roberto que partiu para dentro da área, mas foi travado indo ao chão. O árbitro mandou seguir, para bronca geral da torcida. 
A impressão que se tinha era que a virada era questão de tempo. O Coritiba cresceu na partida e estava mais próximo do terceiro gol. 
Aos 21 minutos, um verdadeiro petardo de Roberto que obrigou Renan a fazer um alinda defesa e ceder escanteio.
Em busca do gol da virada, o Coxa foi pra cima e expôs sua defesa aos rápidos contra-ataques da equipe carioca.
Aos 26min, mais uma substituição na equipe do Coritiba. Saiu Sérgio Manoel para a entrada de Anderson Aquino.
A partida era tensa e com o árbitro, Wilson Luiz Seneme, muito mal na partida, além de mal acessorado. Lances que deixaram a torcida nervosa, onde juiz e assistentes invertiam vários lances de falta, o que deixou o clima nas arquibancadas e do jogo ainda mais nervoso. Depois Roberto que acabou recebendo cartão amarelo por reclamação. 
Aos 35min, última alteração no Coritiba, saiu Lincoln aplaudido para a entrada de Vinícius. Mas de nada adiantou e num rápido contra-ataque o Botafogo matou a partida.
Aos 40 minutos em contra-ataque fulminante, Lucas recebeu em velocidade e chutou na saída do goleiro para definir o placar final. 2 x 3 Botafogo.
Elkeson ainda teve a chance de marcar o quatro, aos 45 minutos, mas parou nas mãos de Vanderlei.

Fim de jogo e o Coritiba amarga sua primeira derrota em casa e continua sem pontuar no equilibrado Campeonato Brasileiro.

PÚBLICO
Público pagante: 14.369
Público total: 16.074
Renda: R$ 203.835,00

A NOTA DESTOANTE
Foi Jonas voltando de contusão, perdido em campo, não sabia se atuava com zagueiro, lateral, volante e atrapalhou toda a equipe, sendo vaiado por grande parte da torcida e considerado o pior em campo, segundo a equipe esportiva da Rádio Transamérica.  

O próximo compromisso do Verdão será no dia 06/06, quarta-feira, no Couto Pereira, às 20:30, quando recebe a equipe da Portuguesa.

[tua camisa alviverde para sempre hei de amar]

26 de mai de 2012

Poodle morreu



Revista Placar 1996

Revista Placar de 1996 destacava a volta do Coritiba a Primeira Divsão e a grande revelação da época: O craque Alex
Conteúdo da matéria

Elenco e Campanhas



Couto Pereira

Robinho novo reforço

Coritiba tráz por empréstimo o meia Robinho que estava no Avaí
Aos 24 anos o meia Robinho tem contrato até o fim de 2014 com o Avaí, mas vem por empréstimo para atuar pela equipe do Alto da Glória até o fim desta temporada.

Robinho não é o primeiro atleta que deixa o clube catarinense e se transfere para o Coritiba,  outros casos como o do zagueiro Emerson, do lateral-esquerdo Eltinho, do volante  Júnior Urso, do meia Lincoln e do atacante Roberto também já passaram pelo Avaí e hoje atuam pelo Coxa.

Robinho afirmou que está 100% fisicamente e que está pronto para estrear amanhã, contra a equipe do Botafogo, caso as burocracias de transferências estejam resolvidas e o técnico Marcelo Oliveira deseje usá-lo como nova opção.
 "Na questão ritmo de jogo estou 100%. Agora é esperar a situação burocrática de regularização se resolver para poder estrear o quanto antes no Coritiba", explicou Robinho.

Colaborou: cenariomt.com.br


24 de mai de 2012

Coritiba x Botafogo - Confrontos

Confronto é marcado pelo 
equilíbrio entre as duas equipes

As equipes já se enfrentaram ao todo 35 vezes, sendo 13 vitórias para cada lado e 9 empates.  Confira os números:

BRASILEIRÃO

30 JOGOS
Vitórias Coritiba: 11
Vitórias Botafogo: 12
Empates: 7

No Couto pelo Brasileirão foram realizadas 19 partidas, com 8 vitórias alviverdes, 7 empates e 4 derrotas para os cariocas.

O total de partidas realizadas no Couto, incluindo Copa do Brasil e Robertão é de 22 partidas, com 10 vitórias do Coxa, 7 empates e 5 derrotas.

A última vez que as duas equipes se encontraram foi pelo Brasileirão do ano passado, pela 23ª rodada e deu Coxa por 5 a 0.

Confira os gols do último confronto


Colaboração www.ogol.com.br

23 de mai de 2012

CORITIBA 4 X 1 Vitória - Copa do Brasil

Coritiba vence e avança na 
Copa do Brasil
Coritiba vence a equipe do Vitória de 
virada por 4 a 1 e vai a semifinal

A equipe do Coritiba deu mais um passo importante em busca do inédito título da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira quando derrotou a equipe do Vitória no Couto Pereira por 4 a 1. 

O Coritiba entrou em campo saudado pela sua fiel torcida com seu uniforme tradicional número 1 assim escalado: Vanderlei, Ayrton, Demerson, Emerson, Lucas Mendes, Junior Urso, Sérgio Manoel, Renan Oliveira, Everton Ribeiro, Roberto e Everton Costa.

Confira os melhores momentos da partida



Torcida compareceu ao Alto da Glória em bom número

FICHA TÉCNICA
Copa do Brasil 2012 – quartas-de-final – jogo de volta
Coritiba 4x1 Vitória 

CORITIBA: Vanderlei, Ayrton, Demerson, Emerson, Lucas Mendes, Junior Urso, Sergio Manoel, Renan Oliveira (Lincoln), Everton Ribeiro (Vinícius), Roberto (Anderson Aquino) e Everton Costa.
Banco: Rafael Martins, Eltinho, Luccas Claro, Willian Farias, Vinicius, Lincoln e Anderson Aquino.
Técnico: Marcelo  Oliveira

VITÓRIA: Gustavo, Léo (Dinei), Victor Ramos, Rodrigo, Gabriel, Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken (Rildo), Tartá, Neto Baiano e Marquinhos.
Banco:  Jerfeson, Wellington Saci, Dankler, Neto Coruja, Lúcio Flávio, Dinei e Rildo.
Técnico: Paulo César Carpegiani


Gols: 
Vitória: Marquinhos, aos 25 minutos do 1º tempo;
Coritiba: Everton Costa, aos 28 minutos e Everton Ribeiro, aos 43 minutos do 1º tempo; 
Roberto, aos 17 minutos e Everton Costa aos 42 minutos do 2º tempo.

Público pagante: 13.894
Público total: 15.692
Renda: R$182.354,00

O Coritiba avança as semifinais da Copa do Brasil e enfrenta a equipe do São Paulo. Os mandos serão definidos nessa quinta-feira pela CBF.

O próximo compromisso do Verdão será pelo Brasileirão, domingo, dia 27/05, às 16:00 quando recebe a equipe do Botafogo no Couto Pereira.

Colaborou: Site Oficial

[ tua camisa alviverde para sempre hei de amar]

CORITIBA X Vitória - Copa do Brasil


Escalação do time

Provável escalação do time para enfrentar a equipe do Vitória pelo jogo da volta da Copa do Brasil
Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Willian, Júnior Urso (França), Lincoln e Everton Ribeiro; Roberto e Everton Costa. 

Confrontos
O jogo inicia às 22:00, no Estádio Major Antônio Couto Pereira e será o 27º encontro entre as duas equipes, sendo 11 vitórias do Coritiba, 8 empates e 8 vitórias dos baianos.


22 de mai de 2012

Ayrton acredita na classificação

Lateral direito Ayrton confia na classificação pra próxima vaga na Copa do Brasil

"Sabemos da importância do jogo e temos que fazer por merecer. Fomos lá e conseguimos um bom resultado, que é trazer o empate de lá. Queríamos fazer gol, porque é muito bom fazer gol fora de casa na Copa do Brasil, mas não conseguimos", afirmou o lateral.

Ayrton ainda revelou que promete um time mais atento para balançar as redes. "Os erros que tivemos lá servem de lição para nós mesmos para que não se repitam aqui dentro de casa. Nos contra-ataques, nas oportunidades, temos que fazer os gols", completou a recente contração do time do Alto da Glória.

Lateral convoca a torcida
"Espero que a torcida possa comparecer para ajudar e empurrar a equipe, que a força que vem ali de cima é muito grande", concluiu.


Colaborou Placar

Surra de chinelo no freguês

A verdade sobre os atle-TIBAS !

Ser Tri-Campeão é muito bom

Ser campeão já é bom, imagina ser TRI em cima do maior freguês ?



21 de mai de 2012

Charge Tri-Vice

Uma singela homenagem aos freguêses e tri-vices campeões do Estado.

Dinheiro na privada

Dinheiro público deve ser investido em... precisa dizer ainda ?


Blog do Dr. X

Blog Dr.X e Blog Tua Camisa Alviverde

O Blog do Dr.X que toda segunda-feira faz uma singela homenagem ao time rebaixado, intitulado de "Poodle Day" nessa segunda não fugiu a regra em mais uma de suas ricas publicações. 

Desta vez foram usados alguns banners que retratam a superioridade do time do Alto da Glória, sobre o time da baixada e pra minha alegria ao verificar a publicação, pude constatar que foram usados banners de minha autoria. 

É uma honra pra esse jovem blogueiro ver minhas idéias publicadas num blog conceituado como o do Dr.X, que sempre coloca os poodles em seu devido lugar: O CANIL.

Quero agradecer ao Dr.X e deixar meus préstimos a sua disposição, para falar sempre a verdade e quem continua como "patrão" no Estado e judiando dos freguêses. 

Segue os banners de minha autoria que foram publicadas no blog do Dr.x


Segue o link do blog do Dr. X com a matéria na íntegra:

http://coxanautas.com.br/opiniao/drx/

20 de mai de 2012

A taça chegou em Curitiba

Relembrando 1985

Inter 2 x 0 CORITIBA - Brasileirão

Coritiba inicia com derrota 
na largada do Brasileirão
Coritiba larga mal no início do Brasileiro e perde por 2 a 0 para o Internacional no Beira Rio

O JOGO
O Coritiba foi até Porto Alegre dar início a sua caminhada rumo ao segundo título brasileiro, mas não começou bem e foi derrotado pela boa equipe do Internacional. O Coxa entrou em campo com seu uniforme tradicional número um, assim escalado: Vanderlei, Gil, Demerson, Emerson, Lucas Mendes, Junior Urso, Willian, Renan Oliveira, Lincoln, Everton Costa e Anderson Aquino.

A partida no Beira-Rio, em Porto Alegre, começou com o Inter impondo seu ritmo de jogo e o Coxa olhando os donos da casa jogar, sem conseguir ter domínio de bola, e não conseguindo avançar ao ataque, abusando dos chutões.

Aos 8min de jogo Leandro Damião abriu o placar para o Inter, o atacante fez boa jogada, passou pelo marcador e meteu no ângulo. 1 x 0 Inter.
Depois de levar um gol, o Coritiba acordou em campo e aos 15min′ Anderson Aquino chegou em velocidade, passou  para Renan Oliveira que ficou sozinho de cara para o gol e quase marcou, mas a bola foi muito alto e perdeu a chance de empatar a partida. 

O Coritiba foi engolido em seu campo de defesa e não conseguia arquitetar suas jogadas e com o Inter pressionando não demorou muito pra sair o segundo.
E ele veio em grande estilo e saiu aos 37′, com Dagoberto recebendo bem de Leandro Damião e enfiando a bola no gol de Vanderlei para fechar o primeiro tempo com vantagem para o Inter em 2 x 0.
Aos 39min, o lance polêmico da partida, Everton Costa recebe a bola na área, chuta para o gol e marca. O árbitro Pablo dos Santos Alves paralisa o jogo e marca impedimento do atacante coxa-branca.

SEGUNDO TEMPO
Pra segunda etapa Marcelo Oliveira promoveu duas alterações na equipe,  saiu Willian e entrou Sérgio Manoel e Anderson Aquino para a entrada de Everton Ribeiro. 
O Coxa chegou a criar algumas chances, mas nada que superasse a superioridade dos dono da casa.
Aos 18 minutos lance raro do Coritiba no ataque, Everton Ribeiro recebe a bola de Gil e toca para Lincoln. Ele dribla o zagueiro e chuta para o gol. Muriel pratica uma excelente defesa.
Aos 22min, Marcelo Oliveira promove a última alteração, sai Renan Oliveira que errou muitos passes no e perdeu gol incrível no primeiro tempo para a entrada do veterano Marcel.
Com 2 gols no placar, os gaúchos, administravam a partida e o Coxa sem muita qualidade tentava chegar a meta do Inter.
Aos 39min, Leandro Damião emendou uma bomba na trave. Aos 45′, o Coxa teve uma boa chance em cobrança de falta, mas o chute de Gil parou na barreira.
E não houve tempo para mais nada. O Inter abre o Brasileirão com os três pontos, enquanto o Coritiba larga com derrota.

NOTA
Sem seus dois principais jogadores de criação (Rafinha e Éverton Ribeiro), o Coritiba fez um mau primeiro tempo, abusando dos chutões pra frente - etapa em que atuou marcando o campeão gaúcho numa faixa do gramado muito próxima à sua própria área. Essa postura de recuo custou os 0x2. 
Após o intervalo, o técnico Marcelo Oliveira promoveu algumas alterações e chegou em alguns minutos ao reequilíbrio do jogo, mas faltou ao time do Alto da Glória, o poder de conclusão que terá de ser retomado antes da recuperação de Keirrison.
O próximo compromisso do Verdão será no Alto da Glória pela Copa do Brasil, quarta-feira, dia 23/05, às 21:50, quando enfrenta pelo jogo de volta a equipe do Vitória.


[tua camisa alviverde para sempre hei de amar]


FOTO CAMISÃO

Atualizando a foto do BLOG com uma foto de minha autoria, com o camisão pra ficar mais original.

18 de mai de 2012

Todos os campeões brasileiros

O site "globo.com" disponibiliza em seu link uma viagem no tempo, mostrando algumas nuances, os números e as campanhas de todos os campeões brasileiros, desde a sua primeira edição até a última edição ano passado. Vale a pena conferir.


Navegue nessa linha do tempo e saiba tudo sobre todos os campeões clicando aqui:
http://estatico.globoesporte.globo.com/linha-do-tempo/

Clubes com melhores gestões em 2011

O IPEG(Índice Pluri de Edificiência na Gestão do Futebol) criou um índice que definiu quais clubes apresentaram a melhor gestão no futebol no ano de 2011 e entre os times paranaenses, o Coritiba é o único que aparece na lista.
O Coxa aparece na frente nesse quesito na frente de clubes como São Paulo, Internacional, Flamengo e entre outros grandes e o time que supostamente estaria 10 anos na frente do Coritiba, também não aparece nessa pesquisa.

Confira clicando na figura abaixo, o infro-gráfico abaixo com os times que apresentaram melhor desempenho nesse quesito.

Confira a matéria na íntegra clicando no link abaixo:

Expectativa de título

Em recente pesquisa realizada entre os paranaenses o time do Coritiba aparece em terceiro lugar como candidato para a conquista do título nacional deste ano.

17 de mai de 2012

Confrontos : Inter x Coxa

Os números do confronto entre 
Internacional e Coritiba

Coritiba e Internacional já se enfrentaram 42 vezes, e neste domingo as equipes voltam a se encontrar, jogo que marca a 43ª partida entre as duas equipes e é o pontapé inicial na competição nacional mais importante do país.

A última vez que as duas equipes se encontraram foi ano passado pelo segundo turno do Brasileirão no Beira Rio e deu empate de 1 a 1. Gols de Oscar pelo Inter no primeiro minuto de jogo do 1º tempo e Emerson de cabeça empatou aos 2 minutos do 2º; depois de falta cobrada por Marcos Aurélio.

Nesse domingo as equipes voltam a se enfrentar pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, partida que será realizada no Beira Rio. Confira os números do confronto:

42 Jogos
Vitórias Inter:17
Empates: 12 
Vitórias Coritiba: 13
Gols Inter: 52
Gols Coritiba : 39

Partidas no Beira Rio
Foram realizadas 16 partidas e o Inter leva vantagem, pois venceu 10, empatou 4 e perdeu apenas duas para a equipe do Coritiba.

Partidas no Couto Pereira
Foram realizadas 22 partidas e quem leva vantagem é o Coxa, com 9 vitórias, 7 empates e 6 derrotas para o time de Porto Alegre.

Curiosidades

Inter Maior vitória em casa
Internacional 4 x 0 Coritiba - Taça de Ouro 1985

Inter Maior vitória fora
Coritiba 0 x 3 Internacional - Copa Brasil 1979

Coritiba Maior vitória em casa
Coritiba 4 x 2 Internacional - Brasileirão 2008
Coritiba 2 x 0 Internacional - Brasileirão 2009
 
Coritiba Maior vitória fora
Internacional 0 x 2 Coritiba - Brasileirão 1999



O primeiro confronto entre as equipes sulistas foi em 1962 pelo Torneio Sul Brasileiro com vitória do Coxa por 2×1. Além disso, os dois times já se enfrentaram em torneios Roberto Gomes Pedrosa, Torneio do Povo, Campeonato Brasileiro, Copa Sul-Minas e Copa do Brasil.


16 de mai de 2012

Vitória 0 x 0 CORITIBA - Copa do Brasil

Coritiba empata sem gols contra o Vitória
Coxa e Vitória fazem um jogo movimentado no Barradão, mas não saem do zero no primeiro jogo das quartas-de-final pela Copa do Brasil.
O JOGO
O Coritiba entrou em campo com seu uniforme tradicional número 1, porém com calções brancos assim escalado: Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Eltinho; Júnior Urso, França, Gil e Everton Ribeiro; Everton Costa e Roberto.
O placar fechado não reflete o que foi a partida, já que ambas as equipes desperdiçaram várias chances claras de gols e pelo menos em cinco oportunidades, os atacantes dos dois times ficaram cara a cara com os goleiros.
A novidade no Coritiba, foi a estréia do lateral-direito Ayrton e o volante França, que jogaram pela primeira com a camisa alvi-verde.
A equipe do Vitória começou pressionando, mas errava muitos passes e aos poucos o Coritiba foi se encontrando e conseguiu equilibrar a partida.
O Coxa entrou armado atuando com três volantes, e adiantou a marcação no meio-campo, o que resultou em várias roubadas de bola pela equipe do Alto da Glória, que só não abriu o placar por preciosismo de seus jogadores. Fator que fez a primeira etapa terminar sem gols.
SEGUNDO TEMPO

O Coritiba volta o mesmo, já o Vitória procede suas alterações e precisando fazer o placar, os donos da casa vão pra cima e perdem uma chance atrás da outra. O Coxa responde com Roberto que perde uma chance incrível cara a cara com o goleiro do Vitória.
Aos 17min a primeira substituição. Para dar mais segurança, o técnico Marcelo Oliveira tira Ayrton, e entra o volante Djair. Gil passa a atuar mais pela direita.
Aos 18min, sai o gol. Na cobrança da falta, Neto Baiano desvia de cabeça e manda para o fundo das redes, mas o auxiliar flagra impedimento do atacante do Vitória. Gol anulado
Logo depois, o Coritiba perdeu mais duas oportunidades de abrir o placar, com Roberto e Everton Costa.
Os donos da casa crescem e pressionam o Coxa, o que faz o técnico promover as duas últimas alterações.
Aos 36 minutos, entram Lincoln no lugar de Everton Ribeiro e Sérgio Manoel no lugar de França e já na primeira jogada que os dois participaram quase sai o gol coxa-branca. 
Depois disso, em jogada ensaiada, Gil mandou na trave.
Aos 40min, em cobrança de escanteio pelo Vitória, Neto Baiano desvia de cabeça e Vanderlei com a ponta dos dedos salva o Coxa.
No finalzinho, houve tempo ainda para Neto Baiano balançar as redes novamente, mas não valeu, pois estava novamente em impedimento. Fim de jogo e apesar de chances claras de gol, pelas duas equipes, o placar permaneceu fechado.

NOTA
Apesar do placar não ter saído do zero, gostei da postura da equipe do Coritiba, indo pra cima, buscando o resultado, faltou acertar o último passe pra voltar com um resultado positivo do Barradão, mas em que se pese os gols perdidos também pela equipe do Vitória, o resultado foi justo.
A nota destoante mais uma vez foi Júnior Urso, errando passes e proporcionando contra-ataques ao adversário.

O jogo de volta será na próxima quarta-feira, dia 23/05, no Couto Pereira, às 21:50 e quem vencer avança as semi-finais. Novo empate sem gols, decisão vai para os pênaltis e empate com gols, dá a vaga para a equipe do Vitória.


O próximo compromisso do Verdão será no domingo, dia 20/05, às 16:00 quando estréia pelo Campeonato Brasileiro. A equipe inicia a luta pela conquista do Bi-Campeonato na cidade de Porto Alegre, onde enfrenta a equipe do Internacional no Beira Rio.

[tua camisa alviverde para sempre hei de amar]



Relembrando: Título de 1989

O título de 1989 ficou marcado para a nação coxa-branca, visto aquele time ser composto por grandes craques que ficaram eternizados na memória e no coração do torcedor alviverde.