banner

20 de nov de 2011

CORITIBA 1 X 0 Santos - Série A


O CORITIBA entrou em campo nesse fim de tarde no gramado do COUTO PEREIRA diante de sua torcida com o uniforme que usou na final da Copa do Brasil(A JOGADEIRA/e que mais gosto) deste ano e venceu a equipe do Santos por 1 a 0 que poupou seus principais craques tendo em vista a preparação para o Mundial de Clubes.
O JOGO: O CORITIBA jogando em casa e empurrado pela sua fiel torcida que compareceu em bom número no COUTO PEREIRA com pouco mais de 18 mil presentes incentivou o time do coração do começo ao fim.
O COXA criava as melhores chances de gol, mas esbarrava na bem postada e fechada equipe santista que veio a Curitiba fechada na defesa e disposta a explorar os contra-ataques.
Aos 9min cobrança de falta pela direita, e LÉO GAGO cobra e a bola bate na rede pelo lado de fora, a torcida do lado inverso chega a gritar gol, mas o lance foi para fora. O CORITIBA seguia melhor, mas não concluía com precisão ao gol.
Aos 24min, Jonas cruza para a área, e, mesmo marcado, LEONARDO pega de primeira, mas manda por cima do gol de Aranha.
Só dava COXA (DEPOIS O FACHINELO FALOU QUE O JOGO TEVE POUCOS LANCES) e aos 26min DAVI já machucado recebe dentro da área, gira e bate fraco para logo depois ser substituído por EVERTON RIBEIRO.
Mesmo sem ser preciso em suas jogadas o time que esteve mais perto do gol no primeiro tempo foi a equipe da casa, mesmo assim não abriu o placar e a melhor oportunidade, surgiu nos minutos finais, num cabeceio de PEREIRA, com a bola passando perto da trave.  
O primeiro tempo ficou marcado pela muita marcação dos dois times e pela falta de criatividade.
SEGUNDO TEMPO :  O técnico MO promoveu a entrada do angolano GERALDO no lugar de LUCAS MENDES. O CORITIBA voltou com 220 ligado e foi com tudo pra cima, pressionando o time da Vila e com cinco minutos de bola rolando teve duas chances claras de gol. Primeiro com LEANDRO DONIZETE aos 2min, que lançou rasteiro para RAFINHA, que, em velocidade, chutou cruzado com a bola passando ao lado da trave direita de Aranha. E depois com EVERTON COSTA que chuta pelo lado direito, e o goleiro do Santos usa pontas dos dedos para colocar para escanteio.
Só dava COXA e aos 9min, RAFINHA acertou um bonito chute, com a bola explodindo na trave direita do gol santista e saindo pela linha de fundo.
Pressionando sem parar a equipe do Santos, a equipe da Vila Belmiro recuou e chamou o COXA pra seu campo de defesa e não deu outra. 
Aos 16min, após cruzamento de GERALDOLEONARDO que já havia sido alvo de críticas por parte da torcida, desviou de cabeça, sem chances para Aranha. 1 X 0 e festa da torcida alviverde no Alto da Glória. 
Mesmo com a vantagem no placar a equipe coxa-branca continuou com a pressão e buscava o segundo gol e o nome do jogo já era o goleiro ARANHA, por parte da equipe santista. Já no CORITIBA o "endiabrado" RAFINHA infernizava a zaga do Santos.
Aos 30min e com a vantagem no placar o treinador Coxa optou por fechar o sistema defensivo e colocou o volante WILLIAN no lugar de ÉVERTON COSTA.
O panorama da partida não mudou muito e o COXA seguia melhor e o Santos tentava dar a resposta nos contra-ataques, mas pecava na hora do último passe.
Nos minutos finais, o time do ALTO DA GLÓRIA apenas administrava  e controlava a partida e esperou o apito do árbitro Elmo Alves Resende Cunha. Fim de jogo, 1 x 0 e festa da torcida alviverde, que gritou "olé" e "Libertadores". E sonho de vaga no G-5 mais vivo do que nunca.
PONTO POSITIVO: A equipe como todo que mostrou garra e determinação especialmente RAFINHA que foi o melhor em campo.
PONTO NEGATIVO: Não houve pontos negativos.
Com a vitória a equipe alviverde ainda sonha com a vaga na Libertadores e sobe uma posição para a 9ª colocação com 54 pontos ficando a três dos cinco que se classificacam para o torneio continental ano que vem.
O próximo compromisso do VERDÃO será novamente no COUTO PEREIRA diante do já rebaixado, mas não menos importante equipe do AVAÍ no domingo dia 27/11, às 17:00.
[a tua camisa alviverde para sempre hei de amar]

Nenhum comentário:

Postar um comentário