banner

13 de mar de 2012

COPA DO BRASIL : É AMANHÃ

DECISÃO 2011 - CORITIBA x Vasco
O Coritiba, atual vice campeão da Copa do Brasil(perdeu o título diga-se de passagem por culpa do treinador e do goleiro Edson Bastos) venceu seu jogo de estréia ano passado contra a equipe do Ypiranga-RS, em Erechim, gol assinalado por Jonas aos 21' do 1º tempo.
Em 2012 o Verdão,
estréia no torneio nacional AMANHÃ, contra a equipe do Nacional-AM, em Manaus, às 20:30.
O time do Alto da Glória é o clube do Estado que tem mais participações na COPA DO BRASIL, contabilizando 17 participações, contra 15 do time da baixada e 13 participações do time que mais tem fusões na história mundial.
O Coriitba também é o time paranaense com melhor campanha nesse torneio. Chegou à três semifinais, em 1991,2001 e 2009 e em 2011 foi também o PRIMEIRO TIME PARANAENSE A CHEGAR NUMA FINAL DE COPA DO BRASIL.
Na sua 17ª participação no torneio nacional, às regras continuam como nas edições anteriores, e se vencer por dois ou mais gols de diferença, o jogo de volta é eliminado. No entanto, se isso não ocorrer, a partida no Couto Pereira será no dia 21 de março.
Willian comemorando o 3º gol do Coritiba - Faltou mais um

TODAS AS PARTICIPAÇÕES DO CORITIBA NO TORNEIO NACIONAL

1989
Não disputou por que não se classificou entre os 32 que disputaram, e os representantes do Estado foram, o rival como campeão estadual de 1988 e o Pinheiros como vice. O rival terminou em 23º e o Pinheiros em 27º. O primeiro campeão do torneio foi o Grêmio.

1990

O Coritiba dirigido por Carpegiani, foi derrotado pelo Criciúma, nas oitavas-de-final, terminando a competição em 12º lugar. O Campeão foi o Flamengo.

1991

O Coritiba chegou à semifinal, numa época em que o torneio não era muito valorizado. Levou apenas 8 mil torcedores ao Couto Pereira no primeiro jogo contra o Grêmio que terminou empatado em 1 x 1. Foi eliminado na segunda partida no Olímpico quando perdeu por 1 x 0. 
Terminou a competição em 3º lugar. O Campeão foi o Criciúma, comandado Luis Felipe Scolari.

1992
Novamente não se classificou entre os 32 que disputaram o torneio, com as vagas do Paraná ficando com Paraná e Atlético, campeão e vice do Paranaense de 1991, sendo o Campeão o Internacional.


1993
Coritiba não disputou. O Estado foi representado pelo Londrina e o pelo União Bandeirante, campeão e vice do estadual de 1992. O campeão do Torneio foi o Cruzeiro.

1994
O Coritiba não disputou o torneio mais uma vez. O Estado foi representado pela equipe do Paraná Clube que garantiu a única vaga entre as 32 vagas, dado ter sido campeão paranaense de 1993 e acabou a competição em 24º lugar, sendo o Campeão daquele ano a equipe do Grêmio.

1995
Nesse ano pela terceira vez consecutiva o time do Alto da Glória não participa do Torneio. Como havia sido campeão em 1994, novamente a equipe do Paraná garantiu vaga, mas foi eliminado pelo Corinthians na 3ª fase e terminou a competição em 5º lugar. Campeão: Corinthians-SP

1996
Já dando muito mais valor ao torneio, o Coritiba levou 31 mil torcedores ao Couto Pereira, no primeiro jogo, em que praticamente ficou selada sua eliminação pelo Flamengo já nas oitavas-de-final. Perdeu o jogo de ida por 2 x 1 no Couto Pereira e empatou o jogo de volta sem gols no Maracanã.
O técnico do Coritiba era Dirceu Krueger, já o Flamengo tinha Joel Santana como técnico, além de Amoroso e Sávio no ataque. Sávio fez os dois gols da vitória do time carioca na primeira partida.
O time do Alto da Glória terminou a competição em 15º lugar.
O campeão do ano foi o Cruzeiro, que derrotou o Flamengo na semifinal e o Palmeiras na final.

1997
O técnico do Coritiba era novamente Dirceu Krueger, e o time tinha um meia que é até hoje um dos maiores craques revelados no clube: Alex, o eterno ídolo coxa-branca. O Coritiba enfrentou a equipe do Palmeiras nas oitavas-de-final e perdeu a primeira partida no Couto Pereira por 1 x 0. No jogo de volta no Parque Antártica o Verdão foi goleado por 4 x 2. Terminou a competição em 19º e o campeão foi o Grêmio.

1998
O Coritiba não disputou. A única vaga do estado ficou com o Paraná Clube que terminou a competição em 7º lugar tendo como campeão daquela edição a equipe do Palmeiras.

1999
O Coritiba foi até as oitavas-de-final, e foi eliminado pela equipe do Bahia. O primeiro jogo foi na Fonte Nova e o Coxa foi goleado por 3 x 0. No segundo jogo no Couto Pereira não passou de um empate de 1 x 1. O técnico era Mauro Fernandes. Terminou a competição em 16º e o campeão foi o Juventude.

2000
O Coritiba novamente caiu nas oitavas. O técnico do Coritiba era Lori Sandri, que foi demitido após a derrota por 1 x 0 contra o Santos na primeira partida no Couto Pereira. No jogo de volta, empate a um gol na Vila Belmiro.
O destaque no time naquele ano era o ainda garoto, Marcel, atacante de 18 anos que viria a ser artilheiro do Brasileirão 2003 com o Coritiba, e que mantem até hoje a 3ª posição entre os maiores artilheiros com a camisa do Coritiba.
Na partida em questão ele era reserva, e entrou na partida contra o Santos no Couto Pereira, mas sem conseguir marcar.
O Coritiba terminou aquela competição em 25º lugar, sendo Campeão o time do Cruzeiro.

2001
O time do Alto da Glória assim como em 1991, chega mais uma vez à semifinal, e era comandado à época por Ivo Wortmann mas, mas foi eliminado pelo Grêmio. Perdeu as duas partidas, a primeira no Olímpico, por 3 a 1. No jogo de volta, no Couto Pereira, nova derrota por 1 x 0.
O Coritiba ficou em Terceiro na Competição e o Grêmio foi o campeão 

2002
Eliminado na primeira fase pela Ponte Preta. Venceu o primeiro jogo no Couto por 2 a 1, mas no segundo jogo sofreu uma derrota humilhante, perdendo por 4 a 1. Pelo menos a humilhação serviu para a diretoria demitir Joel Santana, e contratar depois o Paulo Bonamigo, que montou um time de ótimo desempenho nas temporadas 2002-2003. Mesmo assim não ficou isento de vexames como a derrota por 4 x 0 em casa para um Gama já rebaixado na última rodada da primeira fase do Brasileirão, dando o 8° lugar (e a vaga nos play off) para o Santos que foi campeão naquele ano do Brasileirão.
Na Copa do Brasil o Coritiba terminou em 37º naquele ano sendo campeão o time do Corinthians-SP.


2003
Foi a pior participação do Coritiba no torneio, com outro vexame do time de Bonamigo. O time foi eliminado ainda na PRIMEIRA FASE pelo Ituano, que tinha sido campeão paulista em 2002.
Na primeira partida em São Paulo no Estádio
Dr Novelli Júnior, perdeu por 2 x 0. No jogo de volta no Couto Pereira venceu por 1 a 0, mas não conseguiu a classificação.Mas pelo menos o time foi muito bem no Brasileirão naquele ano, chegando à Libertadores pela 2ª vez na sua história. 
O time terminou a competição em 44º lugar sendo declarado campeão da competição a equipe do Cruzeiro

 2004
O Coritiba não disputou o torneio, por que tinha se classificado, no ano anterior, para a Libertadores, pois terminou a competição em 5° lugar no Brasileirão de 2003. Os representantes do Paraná foram o Londrina, que terminou em 24º, a equipe de Prudentópolis, que ficou com a 31ª posição e a equipe de Paranavai, terminando em 48º.
O campeão daquela edição foi o surpreendente Santo André que sagrou-se campeão em cima do Flamengo em pleno Maracanã.



2005
A eliminação nas oitavas pelo desconhecido time paraibano, levou à demissão do técnico Antonio Lopes.
A primeira partida foi realizada no Pinheirão e o Coritiba venceu por 2 x 1. No jogo volta na Paraíba o Cortiba foi derrotado por 1 x 0 e foi eliminado pelos critérios de gols fora de casa.
Depois da eliminação precoce na Copa do Brasil, Antonio Lopes foi substituído por Cuca, o melhor técnico recente do Coritiba (exceto Ney Franco). Não adiantou muito, por que o Cuca foi demitido no mesmo ano, mergulhando o Coritiba numa grave crise que culminou com o rebaixamento naquele ano no Brasileiro.
Na Copa do Brasil o Coritiba terminou em 13º lugar e o Campeão foi o Paulista de Jundiaí.

2006
O time do Coritiba era dirigido por Estevam Soares, que depois deu lugar a Paulo Bonamigo. Foi eliminado na segunda fase pelo Náutico. No primeiro jogo, o Coritiba perdeu em Recife, por 2 a 0. No jogo de volta no Couto Pereira empate sem gols.
O time terminou a competição em 27º lugar e o Campeão foi o Flamengo.

2007
O Coritiba é eliminado pelo Botafogo nas oitavas. No primeiro jogo no Couto Pereira para um público de quase 20 mil pagantes o Coxa perdeu por 1 a 0 pra equipe carioca. No segundo jogo no Maracanã, um jogaço, 3 x 3. O Botafogo comandado por Cuca e o Coritiba com Guilherme Macuglia.   
O Coritiba chegou perto de surpreender. Esteve na frente por 2 x 1 (classificava), cedeu empate (ficava eliminado), ficou novamente à frente 3 x 2 (classificava) e cedeu empate outra vez, terminando eliminado. Foi um grande jogo.
Terminou na 13ª colocação. O Campeão foi o Fluminense.

2008
Eliminado pelo São Caetano na segunda fase. O primeiro jogo foi em Santo André e o Coritiba perdeu por 1 a 0. No segundo jogo, no Couto Pereira para um público de mais de 13 mil pessoas, jogo empatado sem gols. 
O destaque no torneio foi a vitória por 6 x 0 sobre o Tuna Luso ainda na primeira fase da competição que ocorreu logo após uma vitória de 4 x 0 sobre o Engenheiro Beltrão no Paranaense e foi seguida por outra goleada de 6 x 0 sobre o Toledo. A soma de 16 gols marcados em três partidas foi inédita na história do clube.
Terminou a competição em 21º e o campeão foi o Sport Clube do Recife.

2009
Sob as luzes de diversos sinalizadores e muita fumaça num dos espetáculos mais belos produzidos nos estádios brasileiros, por uma torcida, conhecido por "Green Hell", o Coritiba chega a sua terceira semifinal, porém mais uma vez é eliminado por um time gaúcho numa noite fria.
No primeiro jogo, no Beira Rio, derrota por 3 x 1. O gol do Coritiba foi marcado por Marcos Aurélio. No segundo jogo de volta no Couto Pereira lotado, para um público de mais de 30 mil pagantes, a torcida coxa-branca deu show e proporcionou o citado espetáculo e mesmo com a vitória por 1 a 0, com o gol de Ariel aos 29min da etapa final, não conseguiu avançar a final, pois precisava de mais um gol.
Terminou a competição em 3º e o Campeão foi o Corinthians-SP

2010
Mais uma eliminação precoce, na Segunda Fase, porém o Coritiba bem que podia ter feito valer o empate fora de casa, e vencer o adversário no Couto Pereira, porém foi eliminado.
No primeiro jogo, empate de 1 x 1 em Florianópolis. No jogo de volta, no Couto Pereira o time avaiano surpreende e vence em pleno Couto Pereira por 1 a 0 e elimina o Coxa.
Terminou a competição na 19ª colocação e o campeão daquele ano foi o Santos.

2011
Depois de ter chegado a 3 semifinais, agora pela primeira vez na história um time paranaense chega na FINAL da competição, e mesmo sendo melhor na tábua de classificação que o outro finalista, perde o título para a equipe do Vasco. 
Depois de alcançar o recorde mundial de vitórias consecutivas, derrotando a equipe do Palmeiras nas 4ªs de final, por 6 a 0, o Coritiba foi considerado por muitos como o principal favorito pra conquistar o título do torneio daquela edição, no entanto mesmo tendo uma equipe superior ao time do Vasco, acabou com o vice-campeonato inédito da Copa do Brasil.
O primeiro jogo em São Januário, derrota por 1 a 0, com o gol de Alecsandro, filho de Lela, ídolo da torcida coxa-branca na década de 80 e que foi campeão brasileiro em 1985 pelo Coritiba.
O segundo jogo, no Couto Pereira Lotado, vide primeira foto, para um público de mais de 30 mil pagantes, um jogo eletrizante, com vários gols e que ficou marcado por ser uma das mais emocionantes finais de todos os tempos da Copa do Brasil.
O time do Vasco saiu na frente, aos 12min da etapa inicial novamente com Alecsandro. O Coritiba foi pra cima e empatou com Bill, aos 29min e virou com Davi, aos 44min ainda no primeiro tempo. 
O jogo reservava grandes emoções. Na volta, no segundo tempo, Éder Luiz aos 12 min empata, 2 x 2, dificultando as coisas para o Coritiba. E aos 21min Willian faz o terceiro gol do Cori. Só faltava um gol, para o título e o que se viu, apartir dali foi a partida ganhar ares de dramaticidade e muita emoção, pq com um gol o Coritiba seria campeão. 
Mas infelizmente, para a massa COXA-BRANCA, ficou o gostinho de quase, e depois de 26 anos conquistar um título nacional de destaque.
CORITIBA FOOT BALL CLUB
VICE-CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL




Nenhum comentário:

Postar um comentário