banner

15 de abr de 2012

Operário 2 x 2 CORITIBA - Paranaense 2012

Coritiba perde a chance de disparar na liderança e só empata fora de casa
Em jogo aberto, com muitas chances para os dois lados, Coritiba leva susto, mas empata com o Operário e continua líder.

O JOGO
Em jogo televisionado em rede aberta o Coritiba levou um susto, mas conseguiu empatar a partida com a equipe do Operário em Ponta Grossa na tarde deste domingo em 2 x 2.
A equipe do Alto da Glória entrou em campo com seu tradicional uniforme número 1, mas novamente com calções brancos em vez do usualmente calções pretos assim escalado: Vanderlei, Emerson, Demerson, Eltinho, Jackson, Junior Urso, Gil, Tcheco, Roberto, Rafinha e Anderson Aquino.
O confronto começou com o Coritiba sendo superior, apresentando um bom toque de bola com Gil, Tcheco, Rafinha, Roberto e Anderson Aquino que possibilitaram uma movimentação mais rápida, o que por um breve momento fez lembrar as boas apresentações do ano passado.
Tal movimentação no início do jogo, surtiu logo efeito, e aos quatro minutos, o lateral-esquerdo Eltinho tentou de fora da área. O goleiro Filipe espalmou para a frente e o atacante Roberto aproveitou e emendou chute rasteiro, abrindo o marcador no Germano Kruger. 1 a 0, Coritiba. 
O resultado deu a impressão de que seria um jogo tranquilo, porém muito pelo contrário, a partida ficou marcada pela boa movimentação das equipes, um jogo pegado, lá e cá.

O Operário explorava os contra-ataques e aproveitando o buraco defensivo na esquerda coxa-branca chegou ao empate aos 16min num belo gol de bicicleta. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou na área e o atacante Baiano faz um lindo gol de bicicleta empatando a partida 1 x 1
Aos 18min, Gil, um dos destaques do Coxa nesse ano, se contundiu e com fortes dores no quadril, foi substituído por outro volante, o jovem Artur, prata da casa que fez sua estréia no time profissional.
Comandados pelo sempre veloz Rafinha, o Coxa não diminuiu o ritmo e continuou no ataque e criou outras boas chances. Anderson Aquino chegou a ter um gol anulado pelo assistente, aos 19min, em jogada duvidosa.
Mas indo pra cima do Operário, o Coxa se abriu e deu mais espaços para os contra-ataques. Em um deles, aos 26 minutos, Júnior Urso tentou desarmar Baiano na grande área e derrubou o atacante, o árbitro marcou penalidade máxima. O próprio artilheiro do campeonato cobrou e fez o gol da virada, aos 27 minutos.2x1, Operário.

Aos 42 minutos, Aquino teve uma grande chance para empatar, mas tirou demais do goleiro Filipe e a bola passou raspando na trave direita.

SEGUNDO TEMPO
Na segunda etapa, o técnico Marcelo Oliveira apostou na entrada de Everton Ribeiro no lugar de Artur, que havia entrado no lugar do lesionado Gil.
A substituição deixou o time mais solto no ataque e o quarteto formado por Everton Ribeiro, Aquino, Tcheco e Rafinha deu poucos momentos de paz para a defesa da casa.
Mas a bruxa estava solta para o lado Alviverde e, depois de Gil no primeiro tempo, agora no segundo foi a vez de Jackson sair de campo lesionado. Marcel entrou no seu lugar para tentar acertar o ataque.
De tanto pressionar, o Verdão conseguiu o empate aos 14minutos com Everton Ribeiro, que acertou um belo chute de fora da área, acertando o ângulo, indenfesável para o goleiro do Operário. 2 x 2.
Aos 35min, quem teve um gol anulado foi a equipe do Operário

Insistente, o Verdão se lançou ao ataque, abrindo o jogo e permitindo ao Operário chegar com igual perigo à meta de Vanderlei. No fim da partida, a quantidade de chances perdidas, tanto pelo Coxa, quanto pelo Operário cobrou o seu preço e a igualdade no placar não foi de encontro às pretensões de nenhuma das duas equipes na briga pelo turno.

NOTA
O Coritiba apresentou leve melhora em comparação com as partidas anteriores e perdeu muitas chances de gol, mas sua principal jogada, as bolas alçadas na área, todas foram anuladas pela zaga do time alvi-negro.

Confira os gols da partida:


O próximo compromisso do Verdão, será no Couto Pereira frente ao seu eterno rival, no domingo dia 22/04, às 16:00.

[a tua camisa alviverde para sempre hei de amar]


Nenhum comentário:

Postar um comentário