banner

25 de fev de 2012

APRENDAM COM OS DIRIGENTES DO PASSADO

TORCIDA ÚNICA NUNCA MAIS

VOLTANDO AO TEMA TORCIDA ÚNICA

Devido ao fracasso em todos os aspectos, do CLÁSSICO atle-TIBA da última quarta-feira de cinzas, com TORCIDA ÚNICA, resolvi voltar ao tema, ainda mais quando decidi "retroceder no tempo" e constatar que no passado em situações semelhantes a essa vivida,  as coisas eram diferentes, e pesquisando alguns dos campeonatos paranaenses, relembrei que nossos dirigentes faziam as COISAS CERTAS E RESOLVIAM da melhor maneira possível, para o bem maior do FUTEBOL, e das TORCIDAS.
Antes de expôr o que houve em campeonatos anteriores, eu faço o seguinte apelo ao nossos dirigentes:
"Senhores dirigentes, APRENDAM E SAIBAM FAZER FUTEBOL.
Voltem ao tempo e aprendam com nossos antigos dirigentes, que davam exemplo DE ORGANIZAÇÃO E RESPEITO COM A TORCIDA que é a RAZÃO DE SER DE UM CLUBE".

Voltemos ao Campeonato Paranaense de 1972

O campeonato da  daquela época teve dois turnos, sendo que O PRIMEIRO TURNO, foi conquistado pelo CAP e o SEGUNDO TURNO pelo COXA.

Devido a isso, os dois fariam as finais.
Vamos ver como os dirigentes sabiamente fizeram as coisas.

Como o time da baixada não tinha estádio e a Vila Capanema não tinha capacidade para atender grandes espetáculos, os 2 jogos da decisão foram no Belfort Duarte e contaram com grandes públicos.
Na primeira partida o CORITIBA venceu por 1×0, com gol de Krüger e para conquistar o título bastava um empate no segundo jogo. E foi o que aconteceu; o goleiro Jairo fechou o gol e o placar foi 0×0. CORITIBA Campeão Paranaense de 72.

CAMPEONATO PARANAENSE DE 1978
Em 1978, a mesma coisa, houve quatro fases, e pra chegar a última e quarta fase, CORITIBA e CAP, venceram em seus respectivos grupos e foram para a final, e iriam se enfrentar na grande final, numa melhor de três partidas.

Como não havia estádio pra comportar as torcidas, o que ficou acordado entre os dirigentes? Que os três jogos da final, seriam no COUTO PEREIRA, reunindo um público de aproximadamente 150 mil pessoas nas três partidas, decisivas, realizadas no Couto Pereira. 

Na última partida, em especial, foram 56.952 pessoas que viveram momentos marcantes na história do nosso futebol.
Depois da insistência, no placar fechado nas três partidas; a disputa foi para os pênaltis e sagrou-se campeão o CORITIBA por 4 x 1, contando com a experiência e malandragem do grande goleiro MANGA DO CORITIBA

O que houve nos dois casos em 1972 e 1978 ?
Respeito e consideração pelas torcidas de CORITIBA e CAP.

E nesse ano de 2012, pq isso não foi feito ?
CLÁSSICO COM TORCIDA ÚNICA ?
Depois desse enredo trágico, infeliz e vergonhoso onde todos viram que NÃO DEU CERTO, por que não aprender com aqueles homens que deram a vida em prol de seus respectivos clubes ?

Porque não colocaram em prática, os moldes de realizar um evento de grande porte, que no passado deu certo?
Jogo de vaidades? Interesses? Orgulho? Rivalidade burra?
Por que os dirigentes que gerenciam nossos clubes, não aprendem com os dirigentes do passado ?
Por que nossos dirigentes não pensam na TORCIDA ?

CLÁSSICO COM TORCIDA 
ÚNICA NUNCA MAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário