banner

12 de fev de 2012

CORITIBA 1 X 1 Rio Branco - Paranaense 2012

Coritiba mais uma vez joga mal e só empata em casa
Jogando mal novamente o Coritiba não saiu de um empate por 1 a 1 com o Rio Branco, na noite deste domingo no Couto Pereira. Com o empate o alviverde mantém ainda uma invencibilidade de 40 jogos no estadual, mas, com os 17 pontos conquistados, caiu para a terceira colocação e vê o rival e Cianorte abrirem dois pontos de vantagem e assumirem a liderança.

O JOGO
O Coritiba entrou em campo no início da noite deste domingo, 12/02 diante de sua torcida pela sétima rodada do Paranaense, usando seu uniforme tradicional número 1 assim escalado: Vanderlei, Jackson, Demerson, Pereira, Lucas Mendes, Júnior Urso, Tcheco, Rafinha, Davi, Lincoln e Marcel.
Mesmo jogando em casa o Coritiba não conseguiu superar a boa marcação imposta pelo time de Paranaguá, mesmo assim a primeira chance foi do COXA. Aos 4min, Lincoln recebe falta, ele mesmo cobra na área para Pereira que cabeceia e tabela com Tcheco, que toca novamente para Pereira, o zagueiro chuta e o goleiro espalma para fora.
Sem inspiração, o Alviverde não conseguia furar a boa defesa do Rio Branco, que por sua vez começou a gostar do jogo e passou a pressionar os donos da casa e aos 11 minutos, o time visitante criou um lance, que rendeu bastante polêmica. Denis lançou Baiano em profundidade. O lateral-direito foi derrubado por Lucas Mendes na grande área, mas o árbitro Luiz Alberto Alves de Abreu, nada marcou.
Por incrível que pareça a pressão era do Rio Branco e aos 14min não teve jeito, Denis de trivela faz cruzamento na medida da esquerda, Hevandro sobe mais que a zaga do Coritiba e entre dois defensores  do COXA abre o placar no Couto Pereira. 0 X 1 Rio Branco.
Após o gol, o time visitante reforçou a defesa, tanto que seis jogadores ficavam na defensiva, com duas linhas de quatro bem próximas, dificultando as coisas para o Cori que não conseguia armar suas jogadas com eficiência. 
Somente aos 20min, a primeira chegada do Verdão, mas de bola parada. Lincoln cobrou falta na direção da área, a bola passou por todo mundo e acabou saindo pela linha de fundo. Aos 26min, mais uma cobrança de falta, e após lançamento de Marcel, Pereira sozinho perde outra boa oportunidade para empatar o jogo.
Mais na base da superação, e da raça do que na técnica o gol de empate veio aos 29min. Em cruzamento da esquerda por Rafinha, Davi sobe bem na área para deixar tudo igual no Couto.1 x 1.
Com o gol de empate, o Verdão acordou e foi pra cima, pra tentar a virada e três minutos depois em boa jogada do ataque Coxa, bate-rebate na área do Rio Branco, Marcel recebe de Junior Urso, cabeceia para o meio da área e a bola sobra para Davi, que tenta a bicicleta, mas a bola fica com o goleiro Felipe. A pressão era toda do Coxa que aos 36min chega mais uma vez, Tcheco faz lançamento preciso, Lincoln sobe para o cabeceio, e a bola passa perto do gol de Felipe.


SEGUNDO TEMPO
Com um rendimento aquém do esperado no primeiro tempo, mesmo o Treinador coxa-branca não admitindo, porém o técnico faz as seguintes alterações. Sai Jackson e no seu lugar entra Gil e entra Geraldo no lugar de Davi.
Os 10 primeiros minutos iniciais da etapa final foram só de pressão do Coritiba, e as principais tentativas eram as investidas através dos cruzamentos, que deram muito trabalho para o goleiro Felipe, porém nada que  surtisse efeito de forma cabal.
De fato o Coritiba voltou melhor, depois das tentativas com Rafinha aos 7min, que chutou e o goleiro espalmou colocando pra fora, foi a vez de Lucas Mendes aos 8min, arriscar fora da área, mas a bola se perder pela linha de fundo. E aos 10min, Linconl recebe passe de Júnior Urso, e faz o segundo gol, mas o auxiliar assinala a irregularidade no lance e o gol não é validado.
Na última alteração, o técnico Marcelo Oliveira, tirou o lateral-esquerdo Lucas Mendes para a entrada do meia Renan Oliveira.
A torcida coxa-branca não parava de apoiar a equipe que tentava chegar ao segundo gol, mas esbarrava em seus próprios erros ou pela competência do goleiro Rio Branco que fazia boas defesas.
Aos 24 minutos, Gil cruza para Lincoln, que de cabeça na pequena área bate para fora. Seis minutos mais tarde, Marcel tenta de cabeça após cobrança de escanteio, mas bola fica com o goleiro Felipe.
A pressão COXA, não surtiu efeito e sem o resultado desejado no marcador, a falta de paciência dos jogadores acabou-se se tornando nítida sendo punida pelo árbitro. Primeiro, Rafinha tomou cartão amarelo por reclamação, depois, foi a vez de Tcheco ser amarelado, após parar o contra-ataque adversário.  
A pressão era total nos minutos finais e o Coritiba buscava o gol da vitória, porém não criava oportunidades claras de gol. 
Aos 41min, Marcel o pior em campo, perde mais uma vez, Gil faz o cruzamento, Marcel tenta o cabeceio na pequena área e divide com o jogador do Rio Branco. A bola vai para fora.
Já nos acréscimos, aos 46min, incrível, Gil cruza da direita, Pereira ajeita de cabeça e Marcel tenta o chute de primeira, mas a bola sobe demais, indo por cima do gol.
FIM DE JOGO: Coritiba 1 x 1 Rio Branco

NOTA DO BLOGUEIRO

O time coxa-branca melhorou, passou a dominar a partida, mas não foi suficiente para conquistar a vitória. O time correu atrás do resultado, mas de forma desordenada. Sem laterais de origem, a defesa do time ficou vulnerável e era evidente a confusão tática apresentada pela equipe comandada por Marcelo Oliveira. O time voltou a errar muitos passes e demonstrar muito nervosismo em campo.
Uma apresentação pífia, com um futebol abaixo da média e que deixou claro, a fragilidade de alguns jogadores do Coritiba.
Desde o início da temporada o Coritiba tem sentido dificuldades em se superar, contra times que se apresentam um pouco melhor, e que forçam a marcação, se fechando na defesa. Isso é notado desde a primeira partida do campeonato, onde o time do Alto da Glória, marcou seus gols nos minutos finais. Foi assim, contra o Toledo, Corinthians, ACP, fora a apresentação pífia contra o Londrina e que voltou hoje contra a equipe litorânea que não se encontra nessa temporada em nenhuma divisão no nacional. 
Acorda Marcelo Oliveira ! ! !
O próximo compromisso do Coritiba será na quarta feira, 15/02, às 22:00 contra a equipe do Cianorte vice-líder do campeonato e ainda invicto.

[tua camisa alviverde para sempre hei de amar]

Nenhum comentário:

Postar um comentário